28|04|2018 - 18:45 | Assessoria de Imprensa da CBAt

Nova geração brilha no Brasileiro Caixa Sub-23

Fonte: CBAt

Alison Brendon Santos (Fernanda Davoglio/CBAt)
Porto Alegre - Atletas da nova geração dominaram também a segunda etapa do Campeonato Brasileiro Caixa de Atletismo Sub-23, disputada na tarde deste sábado (dia 28), no Estádio José Carlos Daudt, na Sogipa, em Porto Alegre (RS). A competição, que termina neste domingo (29), foi realizada sob sol forte e calor que chegou aos 37 graus no início da tarde.

Exemplos dessa força foram dados indiscutivelmente por alguns atletas que brilharam no ano passado no Campeonato Mundial Sub-18, realizado em Nairóbi, no Quênia. Alison Brendom dos Santos, Giovana Rosalia dos Santos e Lorraine Barbosa Martins saíram da base para vencer, menos de um ano depois, suas provas na categoria Sub-23.

Alison (Pinheiros) venceu os 400 m, com 46.64, seu recorde pessoal. Com o tempo, conseguiu ainda o índice da prova para o Mundial Sub-20 de Tampere, na Finlândia, em julho. "Estou feliz pela evolução constante", disse o atleta de 17 anos, que já está qualificado para o Mundial nos 400 m com barreiras.

Giovana (FCTE) ganhou ouro também nos 400 m, com 54.11. Medalha de bronze no Mundial Sub-18, ela ainda luta pelo índice para competir na Finlândia. "A marca ainda vai sair, mas não posso reclamar. Não esperava ganhar esta prova. Estou muito contente", comentou a corredora de 17 anos, que ao lado de Alison conquistou ouro no revezamento misto 4x400 m em Nairóbi.

Já Lorraine (EMFCA), de 18 anos, venceu os 100 m, com 11.56 (0.1), correndo a prova três vezes abaixo do índice Sub-20 (11.67). Afinal, já havia obtido 11.59 (0.8) nas eliminatórias e 11.54 (1.3) na semifinal. "Agora estou mais tranquila. Toda a preparação agora será feita em função do Mundial, já que tenho o índice também dos 200 m", lembrou a velocista carioca.

A etapa teve a vitória de outros jovens atletas como, por exemplo, Gabriel Menezes Oliveira (Centro Olímpico), de 19 anos, campeão do salto em distância, com 7,59 m (0.3), ratificando índice para a Finlândia Micaela Rosa de Mello (UCA), de 18 anos, que bateu o recorde do torneio dos 100 m com barreiras, com 13.59 (1.2) Vittor Matheus Souza (Espéria), de 18, campeão dos 110 m com barreiras, com 14.08 (1.2) além de Paulo André de Oliveira (Pinheiros), um "veterano" de 19 anos, que venceu os 100 m, com 10.41 (1.2).

Paulo André, campeão dos 100 m do Troféu Brasil Caixa 2017, havia vencido a semifinal com 10.17 (0.9), batendo o recorde do torneio, perdeu a concentração na final por causa de duas queimadas (Derick Souza, do Pinheiros, e Erik Felipe Cardoso, do SESI-SP). "Houve um vacilo, todo mundo tenso, na terceira largada e prova não foi boa", reconheceu o atleta, que saiu da pista reclamando de dores no posterior da coxa.

"Os resultados dessa geração mostram que não podemos pensar apenas em 2020. Temos um grupo de atletas que merece investimento para os Jogos de 2024. Por isso, é importante a realização de competições como o Sub-23", comentou Warlindo Carneiro da Silva Filho, presidente da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), organizadora do evento.

No heptatlo, após quatro provas, Jenifer Nicole Norberto (Pinheiros) está na liderança, com 3.166 pontos, seguida de Marcelle da Cruz de Souza (LUASA), com 2.986, e de Ingrid Gomes da Cruz (Sport Recife), com 2.742.

Já no decatlo, depois de cinco provas, o líder é Luiz Henrique Santos (AA Maringá), com 3.912 pontos. José Fernando Santana (Projeto Atletismo Campeão) está em segundo lugar, com 3.797, seguido de Anderson Luiz Souza (Sport Recife), com 3.607.

Após o primeiro dia de competições, a Orcampi Unimed assumiu a liderança gerral do Campeonato, com 100 pontos - nove de vantagem sobre o Pinheiros, vice-líder. Em terceiro, está ASA-Sorriso, com 80, seguido de FECAM, com 69. O IEMA/São Bernardo/Caixa ocupa a quinta colocação, com 60 pontos.

A competição termina neste domingo (29), com a disputa dos 20.000 m marcha atlética feminina às 7 horas. Nada menos do que 22 novos campeões brasileiros serão conhecidos no último dia do torneio, que reúne 556 atletas de 96 clubes de 20 Estados e do Distrito Federal.

Pódios da segunda etapa

Lançamento do disco
1-Cleverson Pereira Oliveira (Orcampi Unimed) - 56,47 m (RC)
2-Wellinton Fernandes Cruz (IEMA/São Bernardo/CAIXA) - 52,94 m
3-Luiz Mauricio Dias (UFJF) - 49,12 m

100 m com barreiras (1.2)
1-Micaela Rosa de Mello (UCA) - 13.59 (RC)
2-Lais Serinoli Rodrigues (ABrA-Bragantina) - 13.60
3-Tainara Goncalves de Abreu (ASA-Sorriso) - 14.05

400 m
1-Alison Brendom dos Santos (Pinheiros) - 46.64
2-Vitor Hugo de Miranda (SESI-SP) - 46.81
3-Bruno Benedito da Silva (Orcampi Unimed) - 46.96

400m
1-Giovana Rosalia dos Santos (FCTE) - 54.11
2-Daysiellen Atla Dias (Pinheiros) - 54.15
3-Tiffani Beatriz Marinho (Orcampi Unimed) - 54.55

110 m com barreiras (1.2)
1-Vittor Matheus Souza (Espéria) - 14.08
2-Rafael Henrique Pereira (Clã Delfos) - 14.12
3-Mikael Antonio de Jesus (FECAM) - 14.24

100 m (1.2)
1-Paulo André de Oliveira (Pinheiros) - 10.41
2-Aliffer Junior dos Santos (ASA-Sorriso) - 10.49
3-Vinicius Rocha Moraes (Orcampi Unimed) - 10.57

100 m (0.1)
1-Lorraine Barbosa Martins (EMFCA) - 11.56
2-Gabriela Silva Mourão (FO Arnaldo de Oliveira) - 11.74
3-Mirna Marques da Silva (IEMA) - 11.82

Lançamento do dardo
1-Eloah Caetano Scramin (IEMA/São Bernardo/CAIXA) - 53,43 m
2-Fabielle Samira Ferreira (SESI-SP) - 52,32 m
3-Deisiane Teixeira (FCTE) - 45,69 m

Salto em distância
1-Gabriel Menezes Oliveira (Centro Olímpico) - 7,59 m (0.9)
2-Caio Henrique Santana (Mangueira do Futuro) - 7,57 m (2.1)
3-Tauan Claudio Lyra (IENH) - 7,18 m (1.6)

Salto com vara
1-Bruno Germano Spinelli (Orcampi Unimed) - 5,26 m (RC)
2-Micael de Oliveira Cruz (Pinheiros) - 4,70 m
3-Lucca Leonardo Radhuany Torres (IEMA) - 4,70 m

3.000 m com obstáculos
1-Walace Evangelista Caldas (Pinheiros) - 9:10.75
2-Wagner Juan Inácio (AACN) - 9:42.13
3-Leonardo Alencar Nunes (Tornado) - 9:45.03

10.000 m
1-Alexandre Ribeiro Pastorello (A.F.E) - 31:39.80
2-Felipe Rocha e Pinto (Orcampi Unimed) - 31:56.51
3-Weverson Sírio da Silva (ACN) - 32:59.77

5.000 m
1-Amanda Aparecida de Oliveira (UFJF) - 17:20.39
2-Graziele Zarri (FECAM) - 17:47.20
3-Lorena Nunes Alves (CASO) - 17:54.31

4x100 m masculino
1-UCA - 41.78
2-SESI-SP - 41.84
3-ASA-Sorriso - 41.87

4x100 m feminino
1-ASA-Sorriso - 48.07
2-FECAM - 48.18
3-SR Mampituba - 48.87

RC = Recorde do Campeonato

O Campeonato Brasileiro Caixa Sub-23 é uma realização da CBAt e da Federação de Atletismo do Estado do Rio Grande do Sul (FAERGS), com patrocínio da Caixa Econômica Federal, Patrocinadora Oficial do Atletismo Brasileiro, em convênio com o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) e apoio da Sogipa.

mais informações e resultados completos clique aqui
 
Realização Apoio Patrocínio
Confederação Brasileira de Atletismo
 
Início | Porto Alegre | Regulamento | Programa Horário | Congresso Técnico | Recordes
Normas de Competição | Como Assistir | Inscrições | Sedes | Participantes | Resultados | Notícias | Galeria | CBAt

© Copyright 2002-2018, CBAt - Todos os direitos Reservados
Rua Jorge Chammas, 310 - Vila Mariana - São Paulo - Brasil - CEP: 04.016-070
Telefone: + 55 11 5908-7488 - E-mail: cbat@cbat.org.br