29|04|2018 - 13:00 | Assessoria de Imprensa da CBAt

Calor fora de hora é preocupação no Brasileiro Caixa Sub-23

Fonte: CBAt

Walace Evangelista Caldas (Fernanda Davoglio/CBAt)
Porto Alegre - O calor totalmente atípico de Porto Alegre neste final de abril é um assunto recorrente entre os atletas e uma preocupação dos treinadores na disputa do Campeonato Brasileiro Caixa de Atletismo Sub-23, que teve a sua terceira etapa disputada na manhã deste domingo (dia 29), no Estádio José Carlos Daudt, na Sogipa.

"Ninguém esperava temperaturas tão altas nesta época do ano", disse o técnico José Haroldo Loureiro Gomes, o Arataca, treinador-chefe da Sogipa, referindo-se aos 37 graus registrados no sábado (28) e aos 33 graus ao meio-dia deste domingo.

Os maiores cuidados são com a hidratação, segundo a treinadora Gianetti Bonfim, do CASO (DF). "O meu pessoal da marcha atlética competiu cedo e não sofreu tanto com o sol, mas todos se hidratavam a cada quilômetro", lembrou Gianetti, que cuidou pessoalmente deste detalhe. A preocupação não é à toa. Afinal, os competidores disputaram a prova de 20.000 m e tiveram de dar 50 voltas na pista de 400 m.

Nas provas de fundo, os atletas optaram por provas táticas. Foi o caso de Walace Evangelista Caldas (Pinheiros), de 19 anos, que venceu os 5.000 m, com 14:55.42, e somou a sua segunda medalha de ouro. Ele já havia ganhado no sábado os 3.000 m com obstáculos, com 9:10.75. Além disso, o atleta paulista garantiu o bicampeonato brasileiro nas duas provas.

"Por causa do forte calor, o meu treinador pediu para fazer corridas táticas, pensando na vitória e não em tempo", disse o atleta, referindo-se ao técnico Clodoaldo Lopes do Carmo. "Não é fácil correr debaixo de sol e com 30 graus. Mesmo assim, estou muito feliz. Estou no meu primeiro ano de Sub-23 e já posso comemorar dois bicampeonatos", completou o corredor, que treina no Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA), da Confederação Brasileira de Atletismo, em Bragança Paulista (SP).

Outro atleta a comemorar o bicampeonato foi o amazonense Pedro Henrique Rodrigues (Endurance Sports), no lançamento do dardo, com 70,25 m. Com a marca, conseguiu oficialmente o índice para o Mundial Sub-20 da Finlândia, em julho. "Já tinha alcançado três vezes marcas melhores do que o índice (69,49 m), mas nas competições não havia delegado técnico e os resultados não foram homologados", lembrou. "Agora, estou sossegado e posso me dedicar exclusivamente aos treinos para o Mundial", lembrou o lançador, campeão pan-americano de atletismo sub-20.

Nas semifinais dos 200 m e dos 400 m com barreiras, outros dois atletas ratificaram índices para a Finlândia. Lorraine Martins (EMFCA) venceu a primeira série semifinal dos 200, com 23.58 (1.1). Além de índice, bateu o recorde do Campeonato, que era de Ana Claudia Lemos, desde 2010, com 23.49. Já nos 400 m com barreiras, Alison Brendon Santos repetiu o índice, com 51.47. No sábado, ele havia conseguido a marca mínima dos 400 m.

Marcha atlética - Marlon Rodrigues da Costa (EMFCA) e Thaiz Pereira da Costa (CASO) comemoraram muito a conquista da medalha de ouro nos 20.000 m marcha atlética. Os dois não esperavam a vitória e acabaram vencendo com boa diferença. "Mantive meu ritmo desde o início e quando vi estava bem à frente. Fui sétimo na Copa Brasil de Sobradinho, em março, e por isso esperava um lugar no pódio, mas não o ouro", disse o atleta de 20 anos, que fazia 3.000 m com obstáculos e passou a fazer marcha em 2017.

Já Thaiz treina marcha há seis anos e é companheira de preparação de Caio Bonfim, medalha de bronze nos 20 km do Mundial de Londres no ano passado. Ela conseguiu o melhor resultado pessoal, com 1:52:05.7. "Sempre sou segunda colocada", disse. "Agora quebrei a escrita, graças aos meus treinos", concluiu.

Após a terceira etapa, a competição continua bem equilibrada. O Pinheiros assumiu a liderança, com 117 pontos, deixando a Orcampi Unimed em segundo lugar, com 114. Asa-Sorriso está na terceira posição, com 80 pontos, seguida de IEMA/São Bernardo/Caixa, com 75,5, e de FECAM, com 69.

Almir Junior - A Sogipa, que completa 151 anos em 2018, preparou com muito carinho a sede do Campeonato Brasileiro Caixa Sub-23. O clube aproveitou a ocasião também para comemorar a conquista de um de seus atletas: Almir Cunha dos Santos, o Almir Junior, medalha de prata no salto triplo no Campeonato Mundial Indoor de Atletismo, realizado em Birmingham, na Grã-Bretanha, no início de março.

Foi instalado um painel no corredor de acesso à pista de Atletismo, com uma grande foto do atleta e os dizeres: "Treine enquanto eles dormem, estude enquanto eles se divertem, persista enquanto eles descansam e, então, viva o que eles sonham."

Foram colados vários cartazes no estádio com a foto de Almir, com os parabéns da Sogipa e de todos os patrocinadores e apoiadores.

"É uma coisa linda. Espero continuar retribuindo todo esse carinho com bons resultados durante a temporada", disse Almir Junior, que tem acompanhado parte das disputas do Brasileiro Sub-23.

Pódios da terceira etapa

20.000 m marcha atlética
1-Marlon Rodrigues da Costa (EMFCA) - 1:39:26.4
2-Geovani da Silva Alves (LDG-RN) - 1:45:09.0
3-Jardel Jeronimo dos Santos (CASO) - 1:49:02.4

20.000 m marcha atlética
1-Thaiz Pereira da Costa (CASO) - 1:52:05.7
2-Daniela Maria de Oliveira (CASO) - 1:57:20.0
3-Tatiana de Morais Pereira (ABDA Atletismo) - 2:02:47.8

Arremesso do peso
1-Welington Silva Morais (Pinheiros) - 18,57 m
2-Saymon Rangel Hoffmann (Sogipa) - 16,65 m
3-Ricardo Torello (Orcampi Unimed) - 15,72 m

Salto em altura
1-Claudio Costa da Silva (AFEPOL) - 2,03 m
2-Jorge Luís da Graça (ACA) - 2,01 m
3-Luan Barbosa Dias de Souza (AFEPOL) - 1,99 m

5.000 m
1-Walace Evangelista Caldas (Pinheiros) - 14:55.42
2-Cesar Augusto Peterson Conde (ASSEM) - 15:01.03
3-Alexandre Ribeiro Pastorello (AFE) - 15:02.43

Lançamento do dardo
1-Pedro Henrique Rodrigues (Endurance Sports) - 70,25 m
2-Pedro Luiz Barros (Orcampi Unimed) - 69,29 m
3-Luiz Mauricio Dias da Silva (UFJF) - 65,13 m

O Campeonato Brasileiro Caixa Sub-23 é uma realização da CBAt e da Federação de Atletismo do Estado do Rio Grande do Sul (FAERGS), com patrocínio da Caixa Econômica Federal, Patrocinadora Oficial do Atletismo Brasileiro, em convênio com o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) e apoio da Sogipa.

mais informações e resultados completos clique aqui
 
Realização Apoio Patrocínio
Confederação Brasileira de Atletismo
 
Início | Porto Alegre | Regulamento | Programa Horário | Congresso Técnico | Recordes
Normas de Competição | Como Assistir | Inscrições | Sedes | Participantes | Resultados | Notícias | Galeria | CBAt

© Copyright 2002-2018, CBAt - Todos os direitos Reservados
Rua Jorge Chammas, 310 - Vila Mariana - São Paulo - Brasil - CEP: 04.016-070
Telefone: + 55 11 5908-7488 - E-mail: cbat@cbat.org.br