CONTAGEM REGRESSIVA

Falta um ano para o início do torneio olímpico de atletismo de Tóquio

Marcio Teles/Divulgação

A contagem regressiva recomeça, depois do adiamento inédito da competição por causa da pandemia global da COVID-19. No primeiro dia do evento estão previstas as eliminatórias dos 400 m com barreiras e dois brasileiros – Alison Santos e Marcio Teles – estão qualificados

Bragança Paulista - A contagem regressiva de um ano para o início do torneio de atletismo dos Jogos Olímpicos de Tóquio começa nesta quinta-feira (30/7). O primeiro dia de competição prevê a realização, entre outras provas, da final dos 10.000 m no masculino no dia 30 de julho de 2021, no Estádio Olímpico da capital japonesa.



Esta é a segunda contagem regressiva já que a 32ª edição dos Jogos estava prevista para 2020, mas acabou adiada por causa da pandemia global da COVID-19. É a primeira vez que a competição é adiada na história.



No primeiro dia do evento estão previstas também as eliminatórias dos 400 m com barreiras no masculino. Marcio Teles (Orcampi) está qualificado para a prova. “Vamos começar a contagem de novo. E como sempre o pensamento é positivo e passo a passo. Primeiro visando a eliminatórias e depois as semifinais, tendo a participação na final como meta”, comentou Marcio, que fez parte da equipe olímpica no Rio-2016. “Espero que as dificuldades de treinamento terminem logo”, completou o atleta, que se prepara num gramado no condomínio Swiss Park, onde mora em Campinas (SP), enquanto o CEAR, o Centro Esportivo de Alto Rendimento da cidade, continua fechado para treinamentos.



A Confederação Brasileira de Atletismo, até antes da pandemia, registrava 17 atletas com índices de qualificação para os Jogos de Tóquio, sendo 14 no masculino e três no feminino. Além dos atletas, as equipes de revezamento masculino do 4x100 m e do 4x400 m misto também asseguraram vaga. A relação individual é a seguinte:



Masculino

Paulo André Camilo de Oliveira (Pinheiros) - 100 m - 10.04 (0.9)

Aldemir Gomes Junior (Pinheiros) - 200 m - 20.17 (0.9)

Gabriel Constantino (Pinheiros) - 110 m com barreiras - 13.18 (0.8)

Eduardo de Deus (ADPA) - 110 m com barreiras - 13.30 (0.7)

Alison Brendom dos Santos (Pinheiros) - 400 m com barreiras - 48.28

Marcio Teles (Orcampi) – 400 m com barreiras - 48.60

Thiago Braz (sem clube) - salto com vara - 5,92 m

Augusto Dutra (Pinheiros) - salto com vara - 5,80 m

Alexsandro Melo (ADPA) - salto triplo - 17,20 m (2.0)

Almir Cunha dos Santos (Sogipa) - salto triplo - 17.15 m (1.0)

Darlan Romani (Pinheiros) - arremesso do peso - 22,61 m

Paulo Roberto de Almeida Paula (São Paulo/Kiatleta) – maratona – 2:10.08

Daniel Chaves (IICB) - maratona - 2:11:10

Caio Bonfim (CASO) - 20 km marcha atlética - 1:18:47



Feminino

Vitória Rosa (Pinheiros) - 200 m - 22.72 (0.4)

Érica Rocha de Sena (Pinheiros) - 20 km marcha atlética - 1:27:37

Andressa Oliveira de Moraes (Pinheiros) - lançamento do disco - 65,34 m



Os Jogos Olímpicos de Tóquio serão abertos oficialmente no dia 23 de julho de 2021. As competições começam, porém, com disputas de softbol e futebol feminino no dia 21. As provas de atletismo serão realizadas de 30 de julho a 8 de agosto, no Estádio Olímpico (competições de pista) e no Sapporo Odori Park (provas de marcha atlética e maratonas).



As outras provas do primeiro dia de competições são: 3.000 m com obstáculos masculino (eliminatórias), salto em altura masculino (qualificação), lançamento de disco masculino (qualificação), 800 m femininos (eliminatórias), 100 m femininos (eliminatórias), 5.000 m femininos (eliminatórias), salto triplo feminino (qualificação), arremesso do peso feminino (qualificação) e 4x400 m misto (eliminatórias), além da final dos 10.000 m masculino e das eliminatórias dos 400 m com barreiras.



O programa do atletismo nos Jogos



A Caixa é a Patrocinadora Oficial do Atletismo Brasileiro.