Preparação Olímpica

Camping de provas individuais integra preparação olímpica

Almir Junior em Bragança (Divulgação CBAt)

Nove atletas, dentre eles Alison Santos, Almir Junior e Darlan Romani, participam da atividade da CBAt e do COB em Bragança Paulista, desde terça-feira (16/2) e que será concluída neste sábado (20/2)

Bragança Paulista - Com a presença de nove atletas, a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) conclui, em conjunto com o Comitê Olímpico do Brasil (COB), o Camping Nacional de Treinamento de Provas Individuais para atletas e seus treinadores qualificados para os Jogos de Tóquio-2001, de 23 de julho a 8 de agosto. Iniciado na terça-feira (16/2) a atividade no Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA), em Bragança Paulista (SP), termina neste sábado (20/2), como parte do Programa de Preparação Olímpica (PPO) da CBAt e do COB.



"O camping proporcionou a estrutura de avaliações e testes do COB. Mas o Laboratório faz os ajustes também em função do que o treinador está acostumado a aplicar com o atleta com respostas confiáveis", afirmou Ricardo D'Angelo, gerente técnico da CBAt. 



Além de treinos específicos (aceleração, aproximação, reação visual etc), os atletas passaram por uma bateria de testes, exames e avaliações promovidas pelo Laboratório Olímpico nas áreas da Bioquímica, Fisiologia, Biomecânica, médica, entre outras.



"As medições que eles fazem, as avaliações, os exames, tanto de sangue quanto de urina, geram dados, um somatório para os cuidados na preparação", afirma o arremessador Darlan Romani (Pinheiros), catarinense de Concórdia, de 29 anos, que passou o período de treinamento de base e está entrando num período de pré-força, mas querendo competir.



As provas que Darlan iria fazer em torneios paulistas foram canceladas e ele está esperando a volta do treinador Justo Navarro de Cuba, em março, para definir em quais competições entrará. "A gente precisa competir para adquirir ritmo e voltar a ter forma desportiva que adquire não só no treino, mas competindo", diz Darlan, recordista sul-americano do peso (22.61 m), campeão pan-americano em Lima-2019 e quarto colocado no Mundial de Doha-2019.



"Sempre que a gente tem oportunidade de se juntar, conversar, trocar experiências, unir os atletas da seleção é importante. E ter também uma noção de como estão os nossos objetivos, do que pode melhorar e do que está bom”, disse o mato-grossense Almir Júnior (Sogipa), de 27 anos, sobre o camping. Almir, medalha de prata no salto triplo no Mundial Indoor de Birmingham-2018, na Grã-Bretanha, tem a expectativa de ver sua melhor marca pessoal no salto triplo - 17,53 m, de 2018 - cair nesta temporada. O treinador José Haroldo Loureiro, o Arataca, está otimista de que as ações se flexibilizem conforme avance a vacinação.



"É importante ver como o meu corpo se comporta nos treinos e como podemos trabalhar. E também para corrigir algum detalhe que a gente não vê no dia a dia do treino e que pode ser melhorado e contribuir para a evolução", disse Alison Santos (Pinheiros), o Piu, 20 anos, paulista de São Joaquim da Barra, que também está ansioso por competir - não compete nos 400 m com barreiras desde setembro de 2019, quando foi 7º colocado (48.28) no Mundial de Doha, no Catar.



A previsão é de que Alison, campeão pan-americano em Lima-2019, no Peru, viaje com os velocistas para um camping de treinamento de Chula Vista, nos Estados Unidos, dia 15 de março (a ressalva é sempre se as condições sanitárias impostas pela pandemia permitirem). O camping inicialmente será de 16 de março a 18 de abril e é preparatório para o Mundial de Revezamentos da Silésia, Polônia, em maio. O barreirista acompanhará o seu treinador Felipe de Siqueira, que também comanda o revezamento 4x100 m do Brasil. "Estou ansioso para voltar a competir", disse Alison, o que deve ocorrer em abril, na Europa e Ásia. 



“A programação prevê novo encontro dos atletas qualificados em Rio Maior, Portugal, mesmo que alguns atletas sigam com seus treinadores para Chula Vista. Tudo previsto por causa dos problemas provocados pela pandemia”, afirma Carlos Alberto Cavalheiro, representante do COB.



Gabriel Constantino (Pinheiros) e a velocista Rosangela Santos (Pinheiros), que treinam com Renan Valdiero, e Márcio Teles (Orcampi), que treina com Evandro Lazari, também responsável pelo revezamento 4x400 m misto, têm prevista participação no Camping de Revezamentos de Chula Vista. Para os demais qualificados a CBAt, em parceria com o COB, tem a previsão de um camping em Rio Maior, Portugal, de 19 de abril a 9 de maio. O convite aos atletas e treinadores ainda será formulado e todo o planejamento para o ano poderá sofre alterações em função das restrições causadas pela pandemia.



Os participantes do Camping: 



Masculino

Almir Cunha dos Santos (Sogipa) – salto triplo

Augusto Dutra (Pinheiros) – salto com vara

Alison Santos (Pinheiros) – 400 m c/barreiras

Gabriel Constantino (Pinheiros) – 110 m c/barreiras

Eduardo de Deus (CT Maranhão) – 110 m c/barreiras

Darlan Romani (Pinheiros) – arremesso do peso

Felipe Vinícius dos Santos (AABLU) – decatlo

Márcio Teles (Orcampi) – 400 m c/barreiras



Feminino

Andressa Oliveira de Morais (Pinheiros) – lançamento do disco



A Caixa é a Patrocinadora Oficial do Atletismo Brasileiro.