SUL-AMERICANO SUB-23

Mirelle Leite ganha o primeiro ouro do Brasil e do Sul-Americano Sub-23

Mirelle Leite leva o primeiro ouro do Sul-Americano para o Brasil (Foto: Wagner Carmo/CBAt)

A pernambucana de Pesqueira venceu os 3.000 m com obstáculos para tornar-se bicampeã do continente na categoria; o mineiro Elton Petronilho ganhou o salto em altura, no que pode ser sua despedida da prova, já que se concentra agora no triplo

Cascavel-PR - A fundista Mirelle Leite da Silva, pernambucana descendente da etnia indígena Xukuru, conquistou a primeira medalha de ouro do Campeonato Sul-Americano Sub-23 de Atletismo, nesta quinta-feira (29/9). A competição prossegue até sábado (1/10), no Centro Nacional de Treinamento em Atletismo, em Cascavel, Paraná, com 277 atletas de 11 países, incluindo o Brasil que tem a maior delegação. Os fãs do esporte podem acompanhar as provas ao vivo pelo YouTube da CBAt e no estádio, com entrada franca.



Mirelle Leite, de 20 anos, do Brasil, atleta do Projeto Atletismo Campeão-PE que treina em Pesqueira, venceu os 3.000 m com obstáculos em 10.32.79 - tornou-se bicampeã sub-23 da distância. Stefany Lopez Mendonza, da Colômbia (10.46.78), ficou com a medalha de prata e Verônica Huacasi, do Peru (10.56.73), com a de bronze.



"Eu corri para ganhar a prova, pensando na medalha e no título. Estou muito feliz e quero agradecer a Aeronáutica, meus patrocinadores e mandar um beijo para o meu filho Lucas Gabriel, de 5 anos", disse Mirelle que disputará os Jogos Sul-Americanos Assunção 2022, numa delegação do Comitê Olímpico do Brasil (COB). 



Nos 3.000 m com obstáculos masculino a vitória foi do peruano Julio Palomino (9.18.90). Os brasileiros Matheus Estevão da Silva Borges (ASPMP-SP), com 9.29.01, e Natan dos Anjos Nepomuceno (GE Alta Velocidade-SP), com 9.37.00, ficaram com as medalhas de prata e de bronze. 



Elton Petronilho foi também destaque do Brasil na primeira etapa da competição em Cascavel. Venceu o salto em altura com 2,15 m, no que pode ser sua despedida da prova. Elton, de 20 anos, atleta do EC Pinheiros, que treina com Kiyoshi Takahashi, está migrando para o salto triplo, prova que disputará no sábado (1/10). "Fiz poucos treinos e não estava muito confiante no salto em altura, mas foi muito bom ganhar mais um título sub-23", disse o bicampeão da prova no Sul-Americano. "Senti uma adrenalina muito boa, mas o triplo já abriu oportunidades. Quero tentar ir bem no triplo", disse Elton que já coleciona seis competições na prova e tem como melhor marca 16,08 m.



Os chilenos Pedro Alamos (2,15 m) e Nicolas Numair (2,13 m) conquistaram as medalhas de prata e de bronze no salto em altura. O Chile ainda teve Daniel Leal no topo do pódio no lançamento do martelo, com 64,46 m. Os argentinos Tommasi Sebastian (62,00 m) e Tomas Olivera (61,75 m) ficaram com a prata e o bronze.



Mais informações sobre o evento CLIQUE AQUI



O Campeonato Sul-Americano Sub-23 é uma competição do calendário da Sul-Americana, realizado pela CBAt em parceria com o Governo do Estado do Paraná, por meio da Superintendência Geral do Esporte, e com o apoio da Prefeitura Municipal de Cascavel, por meio da Fundação de Esporte e Cultura de Cascavel (FMEC).



A Prevent Senior NewOn é patrocinadora do atletismo brasileiro oferecendo medicina esportiva de precisão e estilo de vida para os que se ligam no esporte e apoio às competições.



As Loterias Caixa são a patrocinadora máster do atletismo brasileiro.